02 – CHICO XAVIER – O HOMEM, A OBRA E AS REPERCUSSÕES

 

(Rafael Lavarini)

Seguindo os exemplos do Evangelho, o autor nos mostra que onde houver amor a multidão de pecados será apagada.
Afinal, prisioneiros todos somos! Prisioneiros do trabalho. Prisioneiros do consumismo. Prisioneiros do desânimo.
Prisioneiros de nós mesmos. O convite desta obra é para que vejamos na figura do Tecelão de Tarso, a vitória do
amor sobre as prisões pessoais ou sociais. São páginas que nos levam ao amor que nos liberta do mundo e nos faz
‘prisioneiros do Cristo’.

Close Menu